5º WASHES – Workshop sobre Aspectos Sociais, Humanos e Econômicos de Software

SITE

CHAMADA DE TRABALHOS

DATAS IMPORTANTES

Submissão de artigos até: 16 de Março 2020 31/03/2020 30/04/2020
Notificação de aceitação: 30/04/2020 31/05/2020 10/06/2020
Registro dos autores: 05/05/2020 30/06/2020
Entrega da versão final: 15 de Maio de 2020 30/06/2020

ESCOPO

Software é um produto criado por pessoas que trabalham em equipes com o objetivo de resolver problemas reais. Os aspectos humanos estão relacionados a comportamentos dos colaboradores durante a execução das suas atividades. Por sua vez, os aspectos sociais se referem à maneira como a interação entre os membros de uma comunidade acontece. Finalmente, os aspectos econômicos trazem à tona a noção de valor para produtos e processos de software, bem como a sua percepção pelos stakeholders, considerando perspectivas como custos, benefícios, riscos e oportunidades de mercado. Em suma, os stakeholders, as suas interações e as consequências da noção de valor são centrais para o desenvolvimento de software.

Dessa forma, faz-se importante investigar os diversos aspectos sociais, humanos e econômicos de software com o objetivo de entender seus impactos sobre práticas, processos e ferramentas de desenvolvimento de software e seus impactos nas mais diversas áreas da computação. O WASHES se propõe a reunir as diferentes perspectivas para analisar diversos contextos da computação e do desenvolvimento de software à luz das relações sociais, humanas e econômicas. Além disso, o WASHES visa criar um ambiente de encontro para acadêmicos e profissionais da indústria interessados no assunto. O WASHES contará com uma palestra, sessões de artigos completos e curtos, e sessão de discussão. Os autores dos artigos aceitos serão convidados para expor pôsteres durante a realização do evento.

TÓPICOS

Os tópicos do WASHES envolvem trabalhos de pesquisa diretamente relacionados aos aspectos sociais, humanos e econômicos de software e suas interseções e influências nas mais diversas áreas da Computação, não sendo restrito aos tópicos a seguir:

  • – Impacto da inteligência artificial nos aspectos humanos, sociais e/ou econômicos do desenvolvimento de software;
  • Bots, chatbots e agentes conversacionais em ambiente de desenvolvimento de software;
  • Princípios de desenvolvimento e projeto de software, práticas de engenharia de ferramentas que influenciam ou são influenciados por aspectos sociais, humanos e econômicos;
  • Aspectos humanos e sua influência na qualidade de software;
  • Ferramentas e processos de apoio a situações organizacionais e culturais;
  • Projeto, desenvolvimento e avaliação de ferramentas ou bases de dados (datasets)que apoiam o estudo de emoções e criação de valor em engenharia de software;
  • Características, psicológicas, sociológicas, humanas e econômicas do desenvolvimento de software;
  • Aspectos gerenciais e organizacionais do desenvolvimento de software;
  • Colaboração no desenvolvimento de software e sua relação com os aspectos sociais, humanos e econômicos;
  • Confiança em equipes de software;
  • Uso de redes sociais e mídias sociais por equipes de software;
  • Abordagens que explorem perspectivas humanas, sociais e econômicas em torno do software envolvendo Mineração de Repositórios de Software ou Aprendizagem de Máquina (inclusive aprendizagem profunda – deep learning);
  • Modelos de desenvolvimento de software baseados em comunidade, como open source, crowdsourcing e parcerias público-privadas;
  • Gerência do conhecimento e aprendizagem organizacional aliadas aos aspectos sociais e humanos no desenvolvimento de software;
  • Influência de aspectos econômicos na qualidade de software;
  • Economia de apps e qualidade no desenvolvimento móvel;
  • Impactos sobre a aquisição e garantia de qualidade;
  • Modelos de negócios, plataformas e ecossistemas de software;
  • Questões relativas a licenças, propriedade intelectual e patentes;
  • Educação sobre os aspectos sociais, humanos e econômicos na engenharia de software;
  • Desafios e perspectivas de pesquisa;
  • Estudos de caso, estudos experimentais ou relatos de experiência da indústria;
  • Revisões sistemáticas ou mapeamentos sistemáticos.

SUBMISSÃO

Poderão ser submetidos:
Artigos completos (até 10 páginas): apresentando um resultado de interesse para o avanço da pesquisa na área. Artigos que descrevem modelos, métodos, estudos experimentais e relatos de experiência industriais são bem-vindos;
Artigos Curtos (até 5 páginas): descrevendo trabalhos em andamento; e
Position papers (até 2 páginas): resumindo um projeto de pesquisa, ferramenta ou técnica, ou contendo perspectivas de pesquisa nos temas do workshop.

Os artigos submetidos ao evento devem apresentar contribuições originais não submetidas ou em processo de avaliação em outros eventos ou revistas. Artigos serão julgados com base na adequação ao escopo do workshop, relevância prática, qualidade técnica, clareza de apresentação e originalidade.

Os artigos submetidos para o WASHES 2020 devem ser escritos em português ou inglês, seguindo o template para artigos da SBC.  As submissões devem ser inéditas e incluir resultados não publicados.

Todos os artigos irão passar por um processo DOUBLE-BLIND REVIEW. Desta forma, nomes de autores, informações de contato e referências a trabalhos anteriores devem ser, obrigatoriamente, omitidos das submissões. 

As submissões devem ser feitas em português ou inglês no endereço: https://jems.sbc.org.br

Os artigos aceitos serão publicados nos anais do evento, que serão disponibilizados online na SBC OpenLib, o portal de conteúdo da SBC, na série Anais do Workshop sobre Aspectos Sociais, Humanos e Econômicos de Software. Todos os artigos serão indexados com DOI.

APRESENTAÇÃO DOS TRABALHOS

Os organizadores se reservam o direito de não incluir nos anais aqueles trabalhos que, durante o evento, não forem apresentados por um de seus autores ou por algum representante indicado.

INFORMAÇÕES ADICIONAIS RELEVANTES

INSCRIÇÃO NO EVENTO

A inscrição pagante de ao menos um autor do artigo é obrigatória para inserção do artigo nos Anais de cada evento. Autores com mais de um artigo aprovado, em qualquer evento, podem realizar o pagamento de uma única inscrição, acrescida de uma “taxa de publicação extra” por artigo adicional.

MELHOR ARTIGO

Haverá indicação dos melhores artigos do WASHES 2020. Os autores dos três melhores artigos serão convidados a submeter uma versão estendida para avaliação na Revista Brasileira de Sistemas de Informação (iSys)

ORGANIZADORES

Coordenação geral

  • Igor Steinmacher, Northern Arizona University (NAU)/Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)
  • Awdren Fontão, SIDIA – Instituto de Ciência e Tecnologia

Coordenação local

  • Fernando Castilho (UFMT)

Comitê Diretivo

  • Davi Viana, Universidade Federal do Maranhão (UFMA)
  • Igor Steinmacher, Northern Arizona University (NAU)/Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)
  • Rodrigo Santos, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO)

COMITÊ DE PROGRAMA

  • Adriano Albuquerque (UNIFOR)
  • Alexandre Zanatta (UPF)
  • Anna Beatriz Marques (UFC)
  • Carlos Eduardo de Barros Paes (PUC-SP)
  • Cesar França (UFRPE)
  • Davi Viana (UFMA)
  • Edson OliveiraJr (UEM)
  • Emanuel Coutinho (UFC)
  • Emilia Mendes (Blekinge Institute of Technology)
  • Everton Gomede (UEL)
  • Flavio Horita (UFABC)
  • Gleison Santos (Unirio)
  • Gustavo Pinto (UFPA)
  • Heitor Costa (UFLA)
  • Hudson Borges (UFMS)
  • Igor Wiese (UTFPR)
  • Ivan Machado (UFBA)
  • Jefferson Silva (USP)
  • José David (UFJF)
  • José Jorge L. Dias Jr. (UFPB)
  • Juliana Saraiva (UFPB)
  • Julio Leite (PUC-Rio)
  • Leticia Machado (UFPA)
  • Marcelo Fornazin (UFF)
  • Marcos Silbermman (SIDIA)
  • Mohamad Kassab (Pennsylvania State University)
  • Paulo Stadzisz (UTFPR)
  • Regina Braga (UFJF)
  • Ricardo Britto (Blekinge Institute of Technology)
  • Rodrigo Santos (UNIRIO)
  • Sofia Paiva (UFSJ)
  • Thelma Colanzi (UEM)
  • Valdemar Vicente Graciano Neto (UFG)
  • Vânia Neves (UFF)